CEIMAS - Centro Internacional de Mandala, Arte e Simbolismo

Ceimas – Centro Internacional de Mandala, Arte e Simbolismo - O CEIMAS é um centro de formação e divulgação do conhecimento da Mandala e da Arte como elementos essenciais para um caminho de realização plena do Ser.

Sobre o Ceimas

Centro Internacional de Mandala, Arte e Simbolismo

O CEIMAS® é um centro de formação e divulgação do conhecimento da Mandala e da Arte como elementos essenciais para um caminho de realização plena do Ser.

O programa do centro é presencial e se baseia no Método das Seis Pétalas® que, através de um alinhamento entre as propostas vivencial e teórica, oferece acesso a todo esse conhecimento de forma clara e envolvente.

Formação certificada, workshops e vivências

Baseados em um método consistente e exclusivo recomendado para quem busca autoconhecimento e profissionais
que queiram ampliar seus recursos de trabalho. Formação em mandala certificada pela ALUBRAT

  • Formação Módulo VIII

    10 e 11/03/2018

    Formação em Mandala Terapêutica - São Paulo
    saiba mais
  • Workshop

    17/03/2018

    Workshop Entrando na Mandala - São Paulo
    saiba mais
  • Formação em 2018

    Inscrições abertas!

    Formação em Mandala Terapêutica - São Paulo - Início em 13/04/2018
    saiba mais
  • Retiros Mandala

    5, 6, 7 e 8/07/2018

    Local: a confirmar!
    saiba mais
  • Palavras sobre o CEIMAS

    “Considero essa Formação realizada pelo CEIMAS de extrema valia no cenário de formações psicoterapêuticas no Brasil pois, se fundamenta em sólida formação internacional. Acontecendo em São Paulo e em outras localidades, é conduzida pela arte terapeuta Myrian Romero e pelas psicólogas Cristina Souza e Márcia Rosa, a formação reúne técnicas e práticas que permitem ao terapeuta diagnosticar aspectos inconscientes do cliente oferecendo a ajuda necessária para que este possa encontrar caminhos de cura, auto organização e direcionamento de vida. Fazer mandalas não é só uma técnica de expressão livre mas, um exercício de expressão da alma, podendo ser grande fonte de cura e integração.”

    Manoel José Pereira Simão
    PSICÓLOGO, MESTRE EM NEUROCIÊNCIA E COMPORTAMENTO – USP